“Sempre adorei ir ao teatro e depois que vi a Biblió devorando os livros no palco, passei a gostar mais de ler e ainda mais de ir ao teatro! Uma graça de traça é minha peça infantil favorita e traz boas memórias da minha infância.”
 Fernanda Schmeling Infantini


LAR DA CRIANÇA
Atendemos crianças nas idades entre 2 e 6 anos, cujo as mães precisam trabalhar.
Vou tentar criar algo com as palavras das próprias crianças  mas já posso ir adiantando como foi a reação deles ao encontrarem entre papeis na creche, a prima má da Biblió, Eles a pegaram com muito cuidado e saíram por todas as salas mostrando para os colegas que não haviam participada da peça e diziam: "essa é a bruxa, prima da Biblió, ela não sabe que não pode comer os livros, dai ela come tudo, mas a Biblió não, ela come os outros papeis e fica com a boca cheia".
Foi uma sensação para eles, terem participado da peça, eles tem uma relação muito boa com os livros e a peça repercutiu positivamente tanto no que se refere aos livros quanto no que se refere ao cuidado com os "bichios", pois mesmo sem má a prima da Biblió eles não quiseram mata-la.
Profa. Cris Cardoso – Coordenadora Pedagógica


"Minha mãe sempre me levou para assistir peças infantis quando eu era criança, mas certamente "Uma Graça de Traça" foi a que mais me marcou. Lembro direitinho de ver aquele bichinho tão pequeno e simpático devorando livros gigantes com a mesma naturalidade de um leitor voraz. Anos depois, tive a felicidade de rever meu inseto favorito mastigando livros que não pareciam mais tão gigantes na "Traça Biblió", e relembrei que devorar a literatura deixa a gente tri antenada."
Isadora Minas Langaro Carneiro.- 23 anos


A Biblió acompanha as crianças do Instituto Amigos de Lucas, ao longo destes anos, numa proposta de desenvolvimento da imaginação e da criatividade, muitas delas chegam às famílias depois de um longo processo de adoção, com sequelas de abandono. Isto as inibe de ter um pensamento abstrato fundamental na elaboração de sonhos e brincadeiras. E por isto que a participação da Dinorah além de propiciar o divertimento tem um caráter terapêutico. Como ex -presidente do Instituto agradeço em nome das crianças a tua alegre participação.
Ana Cristina Latorre de Algorta – fonoaudióloga e madrinha afetiva


A Biblió, além de ser minha conterrânea – migrou de Santo Antônio da Patrulha para a capital (vejam o que uma traça pode fazer: um salto quântico!), ela é uma gracinha. Aprendi muito com ela. Por isso cuido muito dos documentos. Convido a todos para seguirem as lições que ela nos ensina!
Véra Barroso – Historiadora - CHC Santa Casa de Porto Alegre